Sistemas ERP – Entendendo custos e tendências

ERP

Sistemas ERP – Entendendo custos e tendências

Toda melhoria envolve custos correto? Com os sistemas ERP não seria diferente! Embora os benefícios e o retorno em economia num futuro de médio prazo superam em muito o valor aplicado na instalação dos tais sistemas, muita gente ainda tem receio ou pensa que o acesso a essa ferramenta tão necessária está vetado às grandes empresas.

 

Há pouco tempo atrás isso era verdade. Os sistemas ERP foram desenvolvidos a partir da necessidade de grandes corporativas, que tinham como investir em tecnologia da informação, o que na época era uma área muito mais embrionária e sem grandes resultados. Hoje no entanto, os cargos de TI são essenciais para o desenvolvimento tecnológico das mais expoentes vertentes mundiais, isto é, o uso de softwares e de inovações nessa área têm sido responsáveis por elevar países desenvolvidos a condição em que estes se encontram!

Por aqui, esse tipo de programa já é popular e muito mais acessível do que se imagina, mas muitas vezes por falta de conhecimento, as pessoas acabam não se interessando por essa ferramenta, que é uma das melhores de gestão já criadas.

 

Tendências para sistemas gerenciais

 

Aproveitando que já passeamos um pouco sobre o assunto da evolução desses sistemas (saiba mais aqui), vale muito à pena ressaltar aquelas que devem ser as tendências mais fortes para as próximas atualizações.

 

Mobile – A moda dos aplicativos é real e veio pra ficar. Ter o acesso à funções incríveis ao alcance da palma da mão representa muito mais que comodidade, num contexto empresarial estamos falando de eficiência! Imagine que você encontra um potencial investidor para uma conversa, e durante esse tempo pode apresentar resultados da sua empresa em tempo real através do seu celular, certamente isso mostrará a ele o seu compromisso com inovação e com o acompanhamento de perto ao que acontece com o seu negócio. Essa funcionalidade só é possível graças a uma outra tendência, divisora de águas na tecnologia da informação, estamos falando da computação em nuvem.

 

Computação em nuvem – A nuvem é uma alusão à rede de informações conectadas que se forma a partir da internet e seu aglomerado de informações. Sabendo da limitação e do custo e do risco de se manter servidores contendo as informações dentro das empresas, criou-se o conceito de armazenamento em nuvem.

 

Esse conceito prevê o uso dos chamados data centers, grandes instalações conectadas à internet, para armazenar informações de diversas origens e para diversos fins. Os sistemas ERP se beneficiam dessa tecnologia ao transferirem o seu banco de dados para a nuvem, e assim poderem desenvolver a mobilidade citada acima. Mas isso não serve apenas para o uso em smartphones! A computação em nuvem permite ainda que você utilize o sistema ERP a partir de qualquer navegador de internet, e de qualquer computador.

 

Custos associados à implementação de um ERP

 

Além da compra ou contratação os softwares existem pelo menos dois tipos de custos associados, e estes são referentes ao armazenamento, e à instalação do software propriamente dita. Se você deseja se aprofundar um pouco mais nesses conceitos visite esse post!

Agora que você já sabe das principais tendências para o ramo, deve se estar se perguntando qual a diferença de custo entre os sistemas que oferecem ou não as características apresentadas. A seguir você terá uma análise mais completa sobre o assunto!

 

Sistema ERP Local

 

Um software de gestão local é aquele que não precisa de uma conexão à internet para funcionar. Embora esse modelo de sistema esteja caindo em desuso, ainda pode apresentar algumas vantagens para determinados tipos de negócios. Nesse regime de vendas o ERP é tido como um produto, e sob as responsabilidades da fornecedora estão apenas a instalação, e suporte por um determinado período de tempo.

 

  • Custo com instalação do sistema Local: Os sistemas ERP’s locais são programas de computador que requerem a instalação manual em cada um dos aparelhos que farão parte da rede, assim existe a necessidade de parar a utilização desses equipamentos por um determinado tempo, até que todas as máquinas sejam sincronizadas, e isso pode também ser encarado como um custo pois a produção para também. As máquinas ainda precisam se enquadrar em requisitos mínimos para que o software funcione sem problemas, e para manter-se nesse padrão é preciso um investimento em computadores cada vez mais potentes.

 

  • Custo com armazenamento: A grande sacada do ERP está na utilização de um único banco de dados para todos os departamentos de uma empresa. No caso dos sistemas locais, esse banco de dados precisa ser físico, requerendo um equipamento por vezes bastante custoso: o servidor. Este equipamento é uma verdadeira central de dados, que deve permanecer ligada durante todo o período de uso do software ERP, ali serão armazenadas todas as informações coletadas e produzidas ao longo de um dia de trabalho. Além dos custos para aquisição do hardware, envolvem-se também os custos de energia atrelados ao seu uso, que se dividem basicamente entre o consumo e o acondicionamento do equipamento (temperatura ideal para preservar a máquina, por exemplo).

 

Sistema ERP Online

 

Um sistema ERP online tem se tornado muito mais prático do que as outras modalidades. Suas características conferem mobilidade e velocidade ao dia a dia da empresa. Nesse regime por sua vez, o ERP é comercializado como um serviço, o que é chamado de SAAS (Software As A Service ou Software como um Serviço). Assim, a fornecedora se responsabiliza por muito mais do que a entrega do arquivo de instalação, deixando você ainda mais despreocupado.

 

  • Custo com instalação do Sistema Local: Com esse tipo de sistema são eliminadas diversas inconveniências. Primeiramente, sua empresa não precisará interromper as atividades para que o sistema seja instalado, uma vez que todo o mecanismo irá operar na nuvem, assim, os custos envolvidos com essa interrupção de atividades será extinguido. A computação em nuvem ainda diminui-se também as exigências de hardware, garantindo que seu sistema funcione completamente até nas máquinas menos potentes e portanto mais baratas.

O sistema ERP online ainda agrega uma característica bastante peculiar, a mobilidade, permitindo aos gerentes e administradores acompanhar o seu negócio de qualquer lugar do mundo, exigindo apenas uma conexão de internet. Se você é dos mais conectados e ligados ao mundo digital, pode então utilizar os aplicativos de smartphone para obter um controle ainda mais dinâmico do seu negócio na palma da sua mão.

 

  • Custo com armazenamento: Completando as características do ERP online, chegamos ao seu modelo inovador de armazenamento. Nada de servidores caros e espaçosos ocupando suas salas ou gastando sua energia elétrica! O regime SAAS, geralmente inclui também um espaço customizado para armazenamento em nuvem, isto é, na própria internet. Assim os seus arquivos estarão sempre à disposição, pois estarão guardados em um dos grandes datacenters espalhados pelo mundo, seguros de qualquer tipo de invasão e ataque virtual, e assegurados pelo contrato com a sua fornecedora, aqui os custos com a compra e manutenção de um servidor (energia elétrica e acondicionamento) são reduzidos a zero!

 

Existem casos e casos, por isso não se pode afirmar com precisão que uma opção é mais vantajosa que outra sem conhecer as necessidades da empresa. Tratando-se de custos, é comum que os sistemas em nuvem saiam mais baratos no fim das contas. Contudo, não é apenas quanto a isso que os ERP’s variam, você também pode optar por customizar o seu sistema ERP, trazendo mais funcionalidade ao seu programa e facilidade no seu dia a dia.

 

Para saber sobre o ERP da Brascomm visite nosso site, solicite uma apresentação sem compromisso, ou entre em contato no numero (11) 4901-8000.

Sem comentário

Escrever um comentário

Comentário
Nome
Email
Website

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.