Porque aderir a um sistema nas nuvens?

sistema nas nuvens

Porque aderir a um sistema nas nuvens?

Implantar um sistema de gestão é uma tendência já consolidada no mercado. Embora ainda existam alguns empreendedores reticentes quanto ao uso de ferramentas digitais, têm crescido bastante o número de administradores que entendem os benefícios que um ERP pode trazer ao negócio, e portanto, procuram se informar mais sobre as tecnologias embarcadas em seu desenvolvimento. A esses que se empenham em conhecer mais sobre os sistema nas nuvens e suas variações, pode ser comum deparar-se com termos desconhecidos, que denotam algumas características importantes sobre o funcionamento do sistema e sobre as metodologias de implementação. Um desses termos é: computação em nuvem, que quando aplicado ao contextos dos ERP’s, pode significar uma imensa gama de vantagens e benefícios.

O que é um sistema nas nuvens?

A computação em nuvem pode ser definida como uma tendência tecnológica, que tem como premissa a ideia de disponibilizar o acesso a seus dados a partir de qualquer localidade. A ferramenta responsável pela concretização dessa premissa é a conexão com a internet, e a partir desse modelo de armazenamento, o usuário recebe uma mobilidade incrível assim como segurança adicional às suas informações. A Microsoft define Computação em Nuvem da seguinte forma:

“Para simplificar, a computação em nuvem é o fornecimento de serviços de computação – servidores, armazenamento, bancos de dados, rede, software, análise e muito mais – pela Internet (“a nuvem”). As empresas que oferecem esses serviços de computação são denominadas provedoras de nuvem e costumam cobrar pelos serviços de computação em nuvem com base no uso, da mesma forma que você seria cobrado pela conta de água ou luz em casa.”

Computação em nuvem aplicada aos Sistemas ERP

Como já deve ser de seu conhecimento, os sistemas ERP (Enterprise Resource Planning) são ferramentas digitais desenvolvidas para auxiliar o dia a dia de administradores e empresários. A eficiência destes sistemas vem de um processamento inteligente de informações recolhidas ao longo de toda uma cadeia de produção e armazenadas e um banco de dados único. Ao aplicar o conceito de computação em nuvem a esses sistemas são realizadas duas mudanças de extrema importância.

Transferência do banco de dados para a nuvem:

Em sistemas ERP tradicionais, é normal que o banco de dados esteja contido em um espaço físico, o chamado servidor, que corresponde a um conjunto de discos rígidos com a tarefa específica de guardar os seus dados ao longo do dia. Com o sistema nas nuvens, o banco de dados físico é substituído pelos data centers, que são localidades mantidas pelas provedoras de espaço na nuvem, onde seus dados estarão a salvo de interferências externas, porém disponíveis a todo e qualquer momento a partir da internet.

Utilização da camada de processamento a partir do navegador:

Além do banco de dados, o sistema ERP opera a partir de aplicações instaladas em cada um dos computadores dos usuários. O sistema nas nuvens, entretanto, permitem aos funcionários, acessar a todas as funcionalidades da ferramenta sem a necessidade de instalar nenhum programa, apenas acessando a plataforma a partir de um navegador de internet.

Em linhas gerais, é possível perceber que o Sistema em nuvem reduz alguns custos e facilita algumas questões do dia a dia da empresa. Mobilidade é a característica chave deste tipo de implantação, e é algo de valor para os cargos de alta direção e também do nível tático da empresa. Dependendo do horário em que esta funcione, pode ser necessário o acesso de seus diretores a alguns dados em horário não-comercial, algo impossível caso estas informações estejam confinadas em espaços físicos como HDs ou Pen Drives.

Além da impossibilidade de acesso, existe o risco de desventuras que podem fatalmente acontecer ao longo do tempo de trabalho. E se um dos funcionários perder esse pen drive, ou uma maleta com o disco rígido for levada em um assalto, e se uma infiltração acabar danificando o seu servidor? São muitos os cenário, e por mais absurdos que sejam, estes permanecem inteiramente dentro da realidade, e podem acabar prejudicando anos de trabalho. Por isso, vale à pena pensar em armazenar seus dados na nuvem

A Microsoft ainda lista alguns dos benefícios que a computação em nuvem agrega:

1. Custo

A computação em nuvem elimina o gasto capital de compra de hardware e software e instalação e execução de data centers locais – racks de servidores, eletricidade com disponibilidade permanente para energia e resfriamento, especialistas de TI para gerenciamento da infraestrutura. Isso pode impulsionar seus negócios.

2. Velocidade

A maior parte dos serviços de computação em nuvem é fornecida por autosserviço e sob demanda, para que até grandes quantidades de recursos de computação possam ser provisionadas em minutos, normalmente com apenas alguns cliques, fornecendo às empresas muita flexibilidade e aliviando a pressão do planejamento de capacidade.

3. Escala global

Os benefícios dos serviços de computação em nuvem incluem a capacidade de dimensionamento elástico. Em termos de nuvem, isso significa fornecer a quantidade correta de recursos de TI, por exemplo, mais ou menos energia de computação, armazenamento e largura de banda, quando necessário e no local geográfico correto.

4. Produtividade

A computação em nuvem exclui a necessidade de muitas dessas tarefas para que as equipes de TI possam usar o tempo delas para alcançar metas de negócios mais importantes. A computação em nuvem remove a necessidade de muitas destas tarefas, para que as equipes de TI possam acelerar o tempo ao obter metas de negócios mais importantes.

5. Desempenho

Os maiores serviços de computação em nuvem são executados em uma rede mundial de data centers seguros, que são atualizados regularmente com a mais recente geração de hardware de computação rápido e eficiente. Isso oferece diversos benefícios em um único data center corporativo, incluindo latência de rede reduzida para aplicativos e mais economia de escalonamento.

6. Confiabilidade

A computação em nuvem facilita e reduz os custos de backup de dados, recuperação de desastre e continuidade dos negócios, já que os dados podem ser espelhados em diversos sites redundantes na rede do provedor de nuvem.

Ainda tem dúvidas de que um sistema nas nuvens é o melhor para o seu negócio? Entre em contato com a Brascomm, saiba como o nosso ERP na nuvem opera e solicite uma apresentação sem compromisso!

Sem comentário

Escrever um comentário

Comentário
Nome
Email
Website

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.