Dicas sobre gestão de custos

gestão de custos

Dicas sobre gestão de custos

Em tempos de crise tende se a elevar os custos e por isso poupar seu dinheiro é algo muito valioso no mundo dos negócios. Desta forma conhecer bem seus negócios e gerenciá-lo de forma a não largar na mãos de terceiros a responsabilidade de um controle financeiro, tende a oferecer grandes riscos a saúde de seu negócio.

Administrar não é um dom, mas sim um aprendizado constante que possibilitará que você se aprimore e lapide os seus negócios de modo que ele se torne mais organizado e consequentemente mais lucrativo se souber utilizar as técnicas e as estratégias necessárias para sobreviver a contratempos e se reinventar.

Neste artigo, abordaremos um pouco sobre o que é a gestão de custos e lhe apresentaremos algumas dicas para implementar o corte de custos empresariais e alguns benefícios para gerenciar melhor a sua empresa. E então, vamos lá?

Mas afinal, o que é a gestão de custos?

Antes de definirmos a gestão, precisamos entender o que exatamente são os custos. Se você abriu seu negócio recentemente certamente se deparou com despesas fixas como aluguel, conta de luz, água, telefonia, internet e salários por exemplo, e variáveis como pagamento de domínio do seu site, diarista e reparos na sua estrutura por exemplo.

Deste modo podemos entender que um custo é todo o tipo de despesa que possuímos seja durante o mês, onde deverá ser quitado os serviços que são essenciais para o funcionamento do seu negócio, o que chamamos de despesas ou custos fixos e os custos variáveis, que nada mais são do que as despesas que ocorrem com menor frequência ou que não são obrigatórios mensalmente.

Voltando a pergunta inicial, sobre a gestão de custos, este trata-se de um conjunto de estratégias que auxiliam o empresário a estabilizar a situação financeira de sua empresa. Você continua faturando e ao mesmo tempo reduzindo os gastos desnecessários para que o andamento de seu negócio continuem fluindo de forma eficiente e sem preocupações futuras.

Análise inteligente:

• Verifique qual o setor de maior impacto financeiro e analise o que é possível realizar para modificar determinado custo, contar com os gerentes de setores, que estão frente ao processo é fundamental, pois eles podem sugerir melhorias e mudanças;

• Quais gastos podem ser cortados ou reduzidos de modo que fique confortável para a sua empresa;

• Verifique alternativas para economia dentro de sua organização, mas nada muito bruto, pois não adianta ser economista demais e prejudicar seu ambiente de trabalho e pior desmotivar a sua equipe de colaboradores.

• Analise se sua parceria com seus fornecedores é realmente necessária ocorrendo de determinada forma ou se podem ser ajustadas de acordo com a frequência que você utiliza do serviço. Exemplo: Profissional de manutenção de computadores, não são todos os dias em que uma máquina possui um defeito ou pega vírus, então é um custo desnecessário pagar por mês um serviço a qual você utiliza de 1 ou 2x, o mesmo caso se aplica a uma empregada que pode fazer a limpeza recebendo por diárias por exemplo.

Gestão de estoque

O controle de estoque é algo que deve ser feito com muito carinho e atenção, estudando a sua demanda de pedidos, o quanto é possível produzir e o que você utiliza para fabricar determinado produto facilitará o processo de quanto estocar de acordo com a sazonalidade e aumento de pedidos em épocas específicas. Tendo acesso a essas informações, será possível produzir somente o suficiente e necessário para atender a demanda e em épocas de vacas magras, não obter um estoque excedente e não vendedor.

Gestão de colaboradores

Você já parou para pensar que pode existir muitos colaboradores, que já estão dentro de sua empresa e que podem oferecer o melhor do que já oferecem hoje?

Muitos gestores ao invés de aproveitar aquele colaborador e fazer um mapa de carreira, acabam investindo mais recrutando pessoas de fora para determinado processo. É claro que se os seus colaboradores não estiverem aptos, recolocá-los em uma outra posição pode ser perda de dinheiro e tempo, portanto converse com seus funcionários e faça uma análise de possibilidades.

Outra forma de reduzir custos é implementar um banco de horas, embora não é toda empresa que gosta ou adere a essa prática, optar por este recurso sai mais em conta pois você pode ofertar um dia de descanso ou permitir que o colaborador saia um pouco mais cedo. Desta forma é possível um acordo entre ambas as partes para que esse dia de descanso não seja em época de pico.

Terceirização, é uma outra forma de economizar, sabemos que colaboradores CLT são essenciais, mas em tempos de crise, optar por um freelancer ou uma pessoa jurídica pode ser consideravelmente rentável, já que não implicará tanto como uma contratação de profissional CLT.

Utilize um software financeiro

Uma forma de controlar seus custos com precisão é contar com um software financeiro para gerenciar seus dados e auxiliá-lo nas análise de seu planejamento financeiro.
Imagino que você deva estar pensando, “Investir em um software financeiro é caro!”, muito pelo ao contrário, um software financeiro permite que seu tempo seja otimizado demandando uma carga menor para resolução, busca e extração de informações.

Conheça a Brascomm, o sistema de gestão ERP, totalmente online. Completo para o seu negócio, integra todos os departamentos permitindo a comunicação entre eles possibilitando ter uma base de dados constantemente atualizada, além de otimizar processos evitando milhares de consulta a diferentes softwares ou planilhas desatualizadas. Veja como funciona e solicite uma demonstração sem compromisso!

Sem comentário

Escrever um comentário

Comentário
Nome
Email
Website

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.